sexta-feira, 24 de março de 2017

MULHER DIRIGINDO CARRETA PASSANDO EM PONTE DE MADEIRA

Itaituba: foragido do presidio de Itaituba é preso por extorsão

Na noite desta quinta-feira, 23, policiais militares  prenderam Valdemir Oliveira da Silva, 29 anos.

O mesmo estava em uma farmácia do Bairro da Floresta tentando extorquir o dono do local. Segundo a vitima Valdemir chegava ao local e pedia dinheiro em um tom ameaçador e não saia do local enquanto não recebesse dinheiro, o dono da farmácia cansou e dessa vez acionou a Policia Militar. Ao ser preso foi descoberto que Valdemir era foragido, ele estava no CRRI cumprindo pena por assalto, porém saiu no indulto de final do ano e não mais voltou. 

O mesmo foi apresentado na delegacia de polícia civil para os procedimentos legais e deverá voltar ao CRRI.

FONTE: BLOG DO JUNIOR RIBEIRO.



Uruguai 1 x 4 Brasil - Melhores Momentos - TODOS OS GOLS - Eliminatórias Copa Russia 2018

Itaituba: avião fazendo pouso forçado no garimpo Crepurizão, em Itaituba Pará

MC Kevinho - O Grave Bater (KondZilla)

TSE suspende julgamento de recurso do governador do Amazonas

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu nesta quinta-feira (23) o julgamento do recurso do governador do Amazonas, José Melo (PROS), contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE) que cassou o mandato dele e do vice Henrique Oliveira (SD). Durante o julgamento no TSE, a ministra Luciana Lóssio pediu vista, que significa mais tempo para analisar o recurso.
A expectativa é que o julgamento seja retomado antes de maio, que é quando acaba o período da ministra Luciana Lóssio no TSE.
O governador e o vice, Henrique Oliveira (SD), tiveram o mandato cassado pelo TRE-AM em janeiro do ano passado. Eles são acusados de esquema de compra de votos e de uso irregular da Polícia Militar na campanha eleitoral de 2014. A ação foi proposta pela coligação adversária "Renovação e Experiência", que tinha como candidato o atual senador Eduardo Braga (PMDB), derrotado no segundo turno.
Mesmo após cassados, o governador e o vice permaneceram nos cargos por decisão do próprio Tribunal Regional Eleitoral. Em março, o TRE negou o recurso da Coligação "Renovação e Experiência" que pedia a posse imediata de Eduardo Braga como governador e de Rebecca Garcia como vice.
A defesa de Melo entrou com o recurso no TSE em abril de 2016 com base no argumento de que não há provas de compra de votos no processo originado.
Antes do pedido de vista feito pela ministra Lóssio, o relator do recurso no TSE, , ministro Napoleão Nunes Maia Filho, afirmou que não há no processo provas da participação direta do governador na compra de votos. Napoleão afirmou que, para haver condenação, seriam necessárias provas "robustas, conclusivas e suficientes".
"Chego à conclusão porque não encontrei provas conclusivas, fortes e seguras que me levasse a convicção que existiria aquela conexão entre contrato e o comportamento, o que me conduziu ao não reconhecimento da tal conexão [...] Apenas para pontuar, não foi ouvido um só eleitor que afirmasse ter sido abordado, aliciado ou seduzido em troca de dinheiro para votar no então candidato José Melo", afirmou.

Ligação com empresa fantasma

O governador e o vice também foram denunciados devido a um contrato de R$ 1 milhão firmado para monitoramento de delegações que participaram da Copa do Mundo 2014 em Manaus. Irregularidades nesse acordo foram reveladas em reportagem do Fantástico, da TV Globo.
De acordo com a denúncia, em vez de contratar uma empresa especializada em segurança, o governo teria contratado uma associação sem fins lucrativos.
A dona da empresa contratada pelo governo amazonense foi denunciada por crime eleitoral na campanha à reeleição do governador. Na época, a Polícia Federal recebeu uma denúncia anônima sobre compra de votos que aconteceria no prédio onde funcionava o comitê da campanha do governador José Melo.
Antes do segundo turno da eleição, dois agentes da Polícia Federal se infiltraram em uma reunião onde aconteceria a distribuição do dinheiro. Na reunião, a polícia encontrou R$ 7,7 mil nos pertences dela e apreenderam documentos. No extrato bancário da empresa havia o depósito de R$ 1 milhão pago pelo governo do Amazonas.
Ainda segundo o ministro Napoleão, nesse caso, não há ligação comprovada do governador com a empresa.
Para o relator, as provas documentais estariam ligadas, até o momento, apenas à dona da empresa e não há relato que a vincule à campanha dos candidatos do Amazonas. Ele também ressaltou que nenhuma das testemunhas relatou que o governador ou o vice tenham comprado votos pessoalmente.

Posição da defesa

O advogado do governador, Marcelo Ribeiro, disse que o voto do relator já era esperado. Ele alega que não há provas da ligação de Melo com a compra de votos e negou qualquer ligação da Agência Nacional de Segurança e Defesa com a campanha do governador de 2014.
"Nós esperávamos ser vitoriosos nesse recurso porque, ao nosso ver, com todo o respeito, o TRE do Amazonas não andou bem nesse caso em promover a condenação. A prova é inexistente, não há prova alguma da condenação. [...] Compra de votos sem identificar quem vendeu o voto, seria a primeira vez que vejo na vida porque se os documentos estão lá, alegam que aquelas pessoas venderam o voto, deveriam ser pelo menos identificadas", afirmou.
“Não há qualquer ligação entre essa empresa, ANSD, com a campanha. Nenhuma ligação foi demonstrada, não há nenhuma prova que ligue qualquer recebimento de recursos dessa empresa com qualquer tipo de ilícito eleitoral, ou mesmo de participação em qualquer evento da campanha“, completou.


FONTE G1 AMAZONAS

Bebê morre após ser atingido por aparelho de televisão na Bahia



Hospital do Oeste Bahia (Foto: Manu Dias/GOVBA)Criança foi socorrida para o Hospital do Oeste, mas não resistiu (Foto: Manu Dias/GOVBA)













Um bebê de 11 meses morreu depois de ser atingido por um aparelho de televisão, na cidade de Barreiras, região oeste da Bahia, na quarta-feira (22). Segundo informações da polícia, a vítima estava brincando na sala, quando o eletrodoméstico caiu de um móvel.
A vítima chegou a ser socorrida pelos próprios pais para o Hospital do Oeste, mas não sobreviveu. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) ainda na quarta-feira, e liberado na manhã desta quinta-feira (23). De acordo com o DPT, o enterro vai acontecer durante a tarde, no município de Riachão das Neves.
Até a manhã desta quinta-feira, os pais da criança não haviam registrado o caso na delegacia da cidade. Eles devem ser ouvidos pelos policiais nos próximos dias.


FONTE G1 BAHIA

JBS confirma suspensão de abate de bovinos em frigoríficos de MT

A empresa JBS S/A confirmou nesta quinta-feira (23) que suspendeu por três dias os abates em dez plantas frigoríficas que funcionam em Mato Grosso, após a Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal, na semana passada. Ao todo, a empresa é responsável por 11 frigoríficos. Os abates devem continuar apenas no município de Diamantino, 209 km de Cuiabá.

Segundo a JBS S/A, o abate deve ser retomado na próxima semana. No entanto, a empresa prevê uma redução de 35% da capacidade produtiva. No Brasil, a produção de carne nos frigoríficos da empresa foi suspensa em 33 das 36 unidades. Em Mato Grosso, são abatidas diariamente 20 mil cabeças de gado.
As medidas, segundo a JBS S/A, visam ajustar a produção até que haja uma definição sobre os embargos impostos pelos países compradores de carne brasileira.
Os abates em alguns frigoríficos já haviam sido suspensos. Em Araputanga e Pontes e Lacerda, a 371 e 483 km de Cuiabá, respectivamente, por exemplo, o abate está suspenso desde a terça-feira (21), segundo o deputado Wancley Carvalho, que tem essa região como base eleitoral.

Na quarta-feira (22), o diretor da Associação de Criadores de Gado de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, afirmou que o produtor deve sentir de imediato o impacto das suspensões.

"O produtor já se programa. Pensa, vou abater tal dia e receber tal dia, tudo isso é programado e, quando acontece algo assim, quebra a estrutura do negócio, então não sabe como vai honrar o seu compromisso, onde abater os animais", explicou Vacari. Segundo ele, os produtores ficarão três dias sem saber onde irão abater o gado.

Na avaliação do diretor da entidade, o momento requer precaução, cautela, até a normalização do mercado, tanto para a indústria quanto para o produtor. "O que a Acrimat não vai admitir é que as empresas aproveitem esse momento de insegurança para tirar proveito econômico", declarou.

Operação Carne Fraca
Durante a Operação Carne Fraca, a Polícia Federal prendeu 36 pessoas suspeitas de envolvimento em um esquema de fraude na produção e comercialização de carne. Algumas já deixaram a prisão.
Além de corrupção envolvendo fiscais do Ministério da Agricultura e produtores, a investigação encontrou indícios de adulteração de produtos e venda de carne vencida e estragada. Das 21 fábricas investigadas, 18 ficam no Paraná. Em Mato Grosso, não há nenhuma nessa lista.
Há ainda a suspeita de que partidos políticos tenham sido beneficiados com o pagamento de propina.


FONTE G1

Parceira de Fla-Flu desiste de compra, mas aguarda nova licitação do Maraca

A novela envolvendo o Maracanã segue se arrastando. Nesta quinta-feira, o consórcio composto por CSM e GL Events, parceiro de Fla e Flu, anunciou que deu por encerrada as negociações com a Complexo Maracanã Entretenimento S/A, formada pela Odebrecht e pela AEG, pela compra do controle acionário do estádio. Por outro lado, as empresas manifestaram interesse em participar da concorrência pela gestão do complexo caso o Governo do Estado do Rio de Janeiro promova uma nova licitação.
No início do mês, o Tribunal de Contas do Estados do Rio de Janeiro (TCE-RJ), responsável por verificar a regularidade das contas públicas estaduais, determinou o arresto, ou seja, o bloqueio dos recursos obtidos com a venda da concessão do Maracanã pela atual concessionária. 
Maracanã abandonado (Foto: AP)Imagem aérea do Maracanã (Foto: AP)
Devido ao impasse relativo à administração, o Maracanã, recentemente, tem estampado notícias em razão de problemas e estado de abandono. O Flamengo fez um investimento de R$ 1,7 milhão para deixar o estádio em condições de receber a partida contra o San Lorenzo, no dia 8 de março. Antes disso, a última partida oficial no local havia sido dia 27 de novembro de 2016, entre Fla e Santos.

Motorista fica gravemente ferido após bater carro em bomba de combustível em Ponta Grossa

Carro bate e acaba arrancando bomba de combustível em posto de Ponta Grossa
Um motorista de 46 anos ficou gravemente ferido após bater o carro em dirigia em uma bomba combustível, na noite de quarta-feira (22). O posto fica na Avenida Carlos Cavalcanti, no Bairro Uvaranas, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná.

Como descobrir a senha do wifi do seu vizinho

Assustaram o gato gritando Ó O GÁS!!

quinta-feira, 23 de março de 2017

Câmara aprova projeto que permite terceirização irrestrita


A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (22) por 231 votos a favor, 188 contra e 8 abstenções o texto-base do projeto de lei que autoriza o trabalho terceirizado de forma irrestrita para qualquer tipo de atividade.
Os principais pontos do projeto são os seguintes:
  • A terceirização poderá ser aplicada a qualquer atividade da empresa. Por exemplo: uma escola poderá terceirizar faxineiros (atividade-meio) e professores (atividade-fim).

Travessa João Pessoa - Centro - Foto de Itaituba



Travessa João Pessoa - Centro - Foto de Itaituba , Travessa João Pessoa - Centro - Imagem de Itaituba

Imagem de Itaituba - Avenida São José - Beira Rio



Imagem de Itaituba - Avenida São José - Beira Rio, Foto de Itaituba - Avenida São José - Beira Rio

HUMOR - QUANDO ACABA DE LIMPAR A CASA KKKKKKKKKK


Mulher bonita


Vamos sorrir kkkk HUMOR DO DIA


Melhores momentos FLAMENGO 3X0 BANGU 22/03 - CAMPEONATO CARIOCA 2017

Como Fazer Tapioca - aprenda a fazer tapioca do jeito certo




Filhote de veado é flagrado na ciclovia do Parque Nacional do Iguaçu



FONTE G1